Notícias

Confira as últimas notícias e novidades

Alimentação e tratamento oncológico é tema de encontro do Projeto Mama nesta segunda

Existe algum alimento não recomendado para pacientes em tratamento contra o câncer? Como reduzir as náuseas durante o tratamento quimioterápico e radioterápico? Nesses casos, o que fazer quando ocorre a perda do paladar e surgem aftas na boca?
Todas essas dúvidas serão esclarecidas pela nutricionista Yoná Rodrigues de Oliveira nesta segunda-feira (17), às 8 horas, no encontro mensal do Projeto Mama, que ocorre sempre na última segunda-feira do mês no auditório do Centro de Estudos da Santa Casa de Maceió.

Projeto
O Projeto Mama, também conhecido como Mulheres Vencedoras, nasceu para difundir informações sobre prevenção e tratamento de doenças que afetem a mama, dentre elas o câncer.
Conforme explicam as psicólogas Anamarina Soares e Fabiana Pouza, a iniciativa é voltada para o público leigo e reúne pacientes ou não da instituição, além de homens e mulheres interessadas no tema.
Participam voluntariamente da inicativa profissionais de diversas áreas, como nutricionistas, oncologistas, radioterapeutas, terapeutas ocupacionais, entre outros.
A iniciativa conta com o apoio e o suporte da Rede Feminina de Combate ao Câncer, que providencia o lanche para os participantes. Os encontros do Projeto Mama ocorrem sempre na última segunda-feira do mês.

Confira algumas perguntas que serão respondidas no encontro:

Há algumas sugestões que possam contribuir para reduzir as náuseas dos pacientes em tratamento quimioterápico e radioterápico?

Sim. Algumas delas são: fazer refeições em pequenas quantidades e várias vezes ao dia (pelo menos seis vezes); ingerir alimentos em temperatura ambiente; ingerir lentamente bebidas geladas; manter a higiene oral; evitar fumar; evitar bebidas alcoólicas, café, chá preto e chá mate; evitar sentir o cheiro de comida durante o seu preparo; evitar frituras, alimentos gordurosos e muito temperados e doces concentrados, como o de leite, goiabada, marmelada, cocada, calda de compota, creme e bolos recheados; evitar comer uma ou duas horas antes da quimioterapia; não deitar logo após as refeições.

O que fazer em caso de perda do paladar?

Enxaguar a boca antes das refeições; usar como tempero vinagre, suco de limão e orégano (acentuam o sabor); chupar balas amargas, azedas ou gotas de limão para estimular o reaparecimento do gosto.

O que fazer em caso de ressecamento da boca (xerostomia)?

Fazer a higiene oral com freqüência; aumentar a ingestão de líquidos durante o dia e beber pequenas quantidades de líquidos durante as refeições; acrescentar molhos e caldos nos alimentos.

O que fazer em caso de aftas (mucosites)?

Aumentar a ingestão de líquidos; evitar alimentos muito quentes ou muito frios;
dar preferência a alimentos macios, fáceis de mastigar e engolir, como purês, sopas, cremes, pudins, gelatinas, mingaus, vitaminas e carnes moídas ou desfiadas; evitar alimentos ácidos, crus, duros e secos.

O quer fazer em caso de diarréia?

Usar regularmente a medicação prescrita; fazer refeições pobres em fibras; aumentar a ingestão de líquidos por dia (água + refresco + chás); evitar alimentos muito frios ou muito quentes; evitar os alimentos considerados laxativos (verduras cruas ou cozidas, alimentos integrais e frutas como laranja, mamão, abacate e ameixa), dando preferência por maçã sem casca, goiaba, limão, melão e banana; evitar alimentos gordurosos como leite integral e seus derivados (creme de leite e queijos gordurosos); reduzir o consumo de açúcar refinado, açúcar mascavo e mel.

O que fazer em caso de prisão de ventre (obstipação)?

Beber muito líquido durante o dia (os líquidos quentes aumentam o trânsito intestinal); aumentar o consumo de frutas (mamão, laranja, abacate e ameixa), ingerindo sempre que possível o bagaço; aumentar o consumo de verduras cruas e cozidas; evitar o consumo de maisena, creme de arroz, fubá e farinha de mandioca; praticar exercícios físicos sob orientação médica.

O que fazer em caso de hemorróidas?

Recomenda-se a ingestão de dieta rica em fibras (dose diária de 20 a 35 gr.), que inclua verduras cruas e cozidas, legumes, frutas como mamão e laranja com bagaço e farelo ou germe de trigo. Além do regime alimentar é de extrema importância a ingestão de líquidos (1,5 a 2 litros/dia) e evacuar sempre que tiver vontade. Evitar álcool (vasodilatador), pimenta e condimentos (irritantes das mucosas), alimentos constipantes (farináceos, banana-maçã, maçã sem casca, pêra, goiaba, etc.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Por favor, escolha a área que deseja conversar para que possamos lhe atender.
//
Consultas e Exames
Fale com nossos atendentes
Marcação de Consultas e Exames